Museu de Lamas promove visitas noturnas em julho e agosto

A mostra fotográfica “Living Among What´s Left Behind”, do fotojornalista Mário Cruz, está em exposição até ao dia 22 de agosto

“Living Among What´s Left Behind” é o nome da exposição de fotografia do fotojornalista Mário Cruz que permanecerá durante todo o ciclo de programação do Basqueirart, de 19 de junho a 22 de agosto, no Museu de Lamas. Um espaço museológico ímpar que transformou parte do seu percurso para recriar, de forma imersiva e arrebatadora de consciências, a ambiência retratada pela exposição. Esta mostra reúne imagens captadas durante um mês nas Filipinas, onde o fotojornalista visitou comunidades que vivem ao longo do rio Pasig e no qual testemunhou uma situação extrema de poluição ambiental e de vivência abaixo do limiar de pobreza.

A exposição poderá ser visitada diariamente até 22 de agosto, no horário de funcionamento do Museu das 9h30-12h30 e das 14h00-17h30, e em julho e agosto poderá ser visitada à noite, das 21h30 às 00h00. A entrada na exposição tem o custo de 3€ para os adultos e 2€ para seniores, estudantes e portadores de cartão-jovem.

Paralelamente à Exposição “Living Among What´s Left Behind”, existe um conjunto de instalações artísticas que alertam para o abismo ambiental que se aproxima. Para além de duas criações do artista feirense Rui Sousa, o público poderá usufruir das obras criadas pela “prata da casa”, o Colectivo b_asculhart constituído pela dupla Cristiano Rocha e Margarida Canastro.