PZ apresenta-se “Do Outro Lado” no Cineteatro

Novo álbum revela faceta inexplorada do músico

Paulo Zé Pimenta, mais conhecido como PZ, assume aquilo que é, sem filtros nem máscaras, utilizando o humor como ferramenta maior para abordar temas sérios e culminando neste novo álbum o percurso que começou no primeiro. “Do Outro Lado” é apresentado no Cineteatro António Lamoso, a 11 de março, às 22h00.

Pela mão da Basqueiro – Associação Cultural, PZ volta a vestir o pijama para interpretar o seu mais recente trabalho, “Do Outro Lado”, um disco que, admite, contempla “o seu lado mais negro, o lado que está sempre dormente” e que nunca mostrou tanto. “Do Outro Lado” surge também para mostrar o que separa Paulo Zé Pimenta (nome original) de PZ, o alter-ego que “entra na cabeça e começa a fazer beats”.

O concerto no Cineteatro António Lamoso, a 11 de março, às 22h00, contempla os cinco álbuns já lançados, com uma ligação curiosa entre si. “Do Outro Lado” foi a primeira música como PZ, no álbum de estreia ‘Anticorpos’, que marcou não só a personagem como a vida do próprio músico. Agora, nomeia o novo trabalho, uma espécie de culminar desta fase da vida de Paulo Zé Pimenta.

Não querendo encaixar em gavetas, recusa definir-se num único género, quer criar o género dele, fruto de influências musicais várias como Mind da Gap, Wu-Tang Clan, Ol’ Dirty Bastard, Dr. Octagon, entre outros artistas com batidas raw, sonoridade marcada e rítmica e jogos de palavras sobre o que os rodeia.

Leia mais na edição impressa do Jornal N.