Restauração: Malheiro pede ao Governo que período do cerco seja excluído dos cálculos

Autarca considera ser de “elementar justiça” que assim aconteça

 

 

POLÍTICA

Na passada sexta-feira, Salvador Malheiro, Presidente da Câmara Municipal de Ovar, fez saber que já teria enviado, para o Ministério da Economia, um ofício a propor que os restaurantes do município vareiro vejam excluído do cálculo da média para aferir a compensação de 20% o tempo referente ao cerco sanitário. “Trata-se de um acto de elementar justiça e esperamos sensibilidade do Governo nesta matéria” – anseia o social-democrata.

Esta foi a reacção do Presidente da Câmara Municipal de Ovar às medidas anunciadas por António Costa, na quinta-feira, entre as quais consta que os restaurantes dos concelhos abrangidos pelo estado de emergência recebam um apoio equivalente a 20% da receita perdida no fim de semana passado e no próximo.

 

Leia mais na edição de segunda-feira do Jornal N.